Navegar por categoria

Medicalização

Medicalização

10-artis

10-artis

10 é a nota que te define.
10 é o rótulo que oprime.
10 pra maioria é um horizonte, que uma minoria alcança.
10 é uma fórmula que usam para adestrar crianças.
10.000 perguntas e a insônia que a noite te despertam.
10.000 coisas que te dizem e que pouco te interessam.
10 mg para te despertar do ‘inpherno’ que se cria.
10 mg para rotular o mundo que você critica.
10 mg para calar a tua astúcia em questionar.
10 mg para resolver tua dificuldade em acompanhar.
10 mg para justificar letras maiúsculas e pontos de um presente cego que te explora.
10 mg de uma única tarja preta – a do olhar teu que se fecha e implora.
10 mg da arte que se esvai na discriminação de quem te condena.
10 mg para solu-çar-cionar, o que te vicia, mas não te alimenta.
10 mg do que teus pais julgam atestar, sem parar e pensar:
10 minutos dos seus dias… Quem está ao teu lado para caminhar?
10 minutos são preciosos! Conversas? Carinho? Atenção? Dedicação? Desaparecem do cotidiano.
10 mg para te guiar, para te ajudar, para te salvar? Engano!
10 minutos de frieza, velocidade e dinheiro. Afinal, tem MUITA gente na fila, companheiro.
10 mg para curar a doença com apatia.
10x10x10x10% de receitas da cura vendidas.
10x10x10x10x10x10, você, tantos, quantos? Como sufoca. Como angustia…
10 mg de muita arrogância, só querem lucro, não querem vida.
10 mg de muitas portas fechadas, dedos para o alto e imediatismo a agir.
10 mg da mercantilização ratificada, da exploração exacerbada, da grana manufaturada.
10 mg da capacidade do insucesso de (difundir)
10 mg de estímulos – antes – nunca!! Apenas abstinência, sonolência e alienação. Está vivo, morto ou morto-vivo? Está distante, meu irmão…
10 mg que te empurram para um olhar anestesiado…
– Você realmente precisa de 10 mg de cloridrato de metilfenidato?