O Coletivo

Há um mundo que grita parado.

Que reclama, gesticula, se entristece, se angústia…

Mas permanece: estático.

Esse mundo não percebe, que palavras sem caminhada,

Não estremecem as estruturas de injustiças historicamente enraizadas.

Da indignação, há sempre vozes que juntas podem ecoar mais alto, e aí quem sabe…

‘’ Não fazer nascer a flor no asfalto…’’.

 

O Reconsidere é um coletivo independente – sem qualquer fim lucrativo – que abraça a Educação como causa.

Nascemos no final de 2013 em Niterói (RJ) e, para nós, o sistema de ensino defasado que impera nas salas de aula país afora – mercadológico, hierárquico, com alunos enfileirados, sem voz e protagonismo – é, em boa medida, responsável pelo o que há de pior no Brasil e em nós, brasileiros.

Defendemos uma educação verdadeiramente plural, sem muros, que amplie a capacidade criativa e questionadora dos alunos. Só assim vamos construir uma sociedade mais justa, crítica e transformadora – menos frustrada e doente.

Por esses anseios, não nos limitamos a debater apenas o modelo escolar. Debater educação é tocar em muitas temáticas, como Medicalização na Educação, Educação e Direitos Humanos, Educação e debate de Gênero etc.

As portas do Reconsidere estão abertas.

Estamos aqui para provocar o debate, a reflexão, para quebrar a ditadura de opiniões. Queremos conversar com todos: do mais engajado ao mais resignado. É no diálogo, na capacidade de ouvir e de falar que vamos desconstruir e construir coletivamente. Para isso, escolhemos o caminho da produção textual e audiovisual  – 100% autoral, orgânica e aberta. Nossas redes sociais estão lá, cheias de vídeos, entrevistas, inquietações, músicas, poesias e informação.

Temos muito a fazer.  Aqui, o debate é livre.